Receba nossa newsletter:

Notícias

15/03/2015

O que é crédito ou empréstimo pessoal

Como funciona o crédito pessoal e os itens envolvidos como garantia, avalistas, fiadores, cheques, consignação em folha de pagamento, entre outros.
Muitas pessoas utilizam o crédito pessoal ou como também é conhecido por empréstimo pessoal, sem ao menos saber o que ele realmente é e quais são as suas finalidades para com o cliente que foi concedido o crédito.
É denominado crédito pessoal, um serviço de financiamento prestado pelos bancos, adquirido por uma entidade financeira autorizada e encaminhado à compra de bens de consumo ou outros produtos, incluindo imóveis permanentes. Ao ser autorizado o crédito pessoal, o dinheiro que foi financiado é enviado em uma conta corrente ou entregue ao cliente por um cheque com nominal á ele, e não há a necessidade de especificar sobre onde o dinheiro será aplicado.
Em muitos casos os órgãos que possui esse serviço do empréstimo pessoal, só liberam o crédito ao cliente por meio de uma analise cadastral e se o cliente que estiver solicitando o crédito tiver uma garantia, avalistas, fiadores, cheques, consignação em folha de pagamento, por exemplo, que assegure os Bancos, Financeiras ou Cooperativas de crédito que o dinheiro que está sendo financiado será pago.Existem bancos que estabelecem um limite de crédito para realizar o empréstimo pessoal já pré-aprovado aos clientes, que pode ser liberado a qualquer momento, bastando apenas a contratação do crédito, seja por telefone ou Internet, sendo que na segunda também está disponível a simulação de crédito, para que seja possível saber quanto é que vai pagar de juros nas parcelas, entre outras informações.
Normalmente o cliente terá um prazo específico para pagar o dinheiro que foi financiado no empréstimo pessoal, este é determinado pelo órgão financeiro que estiver liberando o crédito, sendo que o prazo pode variar de 24 a 72 meses/ parcelas. Por isso é importante pesquisar e calcular o valor das parcelas, para escolher a que se adequar ao seu bolso, e procurar pagar o mínimo de juros possível para que não estoure o orçamento familiar.
Ao não realizar o pagamento das parcelas que foram aceitas no contrato as conseqüências geradas não serão nada vantajosas ao cliente, no caso de ter sido liberado o empréstimo pessoal para aquisição de casa, propriedades imóveis ou carros, o órgão financeiro poderá penhorá-los, pois o cliente passou a ser devedor por não realizar os pagamentos. Uma solução para que isso não ocorra, é conseguir um fiador, ou seja, uma pessoa que se responsabilizará por quitar ao financiador o valor restante que não venha a ser pago pelo cliente que contratou o crédito pessoal.

Mais notícias

Atendimento

Segunda à sexta: 08h30 as 18h Sábado: horário marcado

Blumenau

Rua Goiás, 386, Garcia, Próx. à Souza Cruz
WhatsApp: 47 9 8438 3552
47 3037 7929

Itajaí

Rua Cônego Thomaz Fontes, 182, Próx. Shopping
WhatsApp: 47 9 8434-1134
47 3348 3565

Joinville

Rua 3 de Maio, 150, Próx. ao Museu da Imigração
WhatsApp: 47 9 8434 1131
47 3025 6969

Rio do Sul

Rua XV de Novembro, 303, Galeria do Cinema
WhatsApp: 47 9 8484 9294
47 3522 1010
LiveZilla Live Help