Receba nossa newsletter:

Notícias

26/01/2017

Os 6 erros frequentes na hora de pedir empréstimo e como evitá-los

Pedir empréstimo é uma das formas mais comuns de se ter um dinheiro extra. Mas é importantíssimo que você tome muito cuidado antes de pedir dinheiro emprestado ao banco, pois um empréstimo mal feito pode causar a você muita dor de cabeça.
Confira abaixo as dicas do que não fazer em relação a empréstimos:
1. Ir direto ao seu banco
Muitas pessoas vão direto ao gerente do banco em que têm conta para pedir diretamente pelo empréstimo. Porém, é muito importante fazer uma pesquisa de campo antes de fechar o negócio. Vale a pena conversar com o gerente da instituição onde tem conta, mas também de outras, a fim de achar o banco com as melhores condições para cada perfil ou cenário.
2. Não pesquisar as taxas de juros
Na hora de pedir empréstimo, não é só o valor disponível que importa. Pelo contrário: é preciso levar algumas cláusulas do contrato em consideração para se decidir em qual banco assinar o procedimento. Um desses itens a se pensar é a taxa de administração e a taxa de juros que cada instituição apresenta.
Pesquise sobre as taxas de juros no crédito pessoal e empresarial. Quando se tira, por exemplo, um empréstimo pessoal, a incidência de juros pode ser tão grande que acaba não se mostrando vantajosa.
Já no caso da pessoa jurídica, as condições oferecidas se expõem bem melhores para aqueles que necessitam de um financiamento. Se a única opção disponível é o crédito à pessoa física, procure os que têm uma taxa de juros mais baixa, como aqueles que têm como garantia um veículo ou imóvel.
3. Não verificar os dados da empresa
Principalmente no caso dos empréstimos online, é importantíssimo verificar a procedência da empresa. A última coisa que alguém endividado espera é cair nas garras de um local de má-fé ou estabelecimento fantasma, não é mesmo?
Para garantir que isso não aconteça, pesquise muito sobre a empresa com quem pretende negociar. Buscar feedbacks de pessoas que já usaram seus serviços é uma ótima maneira de evitar golpes.
4. Não planejar com que usará o dinheiro
Em alguns casos, a pessoa que pede o empréstimo sabe que necessita do dinheiro, mas não sabe qual quantia exatamente vai usar, nem para quê. É fundamental traçar um plano concreto com valores fechados, dando adequada destinação para a sua vida financeira. Em outras palavras, é conveniente criar um planejamento financeiro com os valores que serão dedicados para cada área.
Isso beneficiará a vida tanto da instituição que fornecerá o dinheiro quanto de quem o usará, já que evita que a pessoa gaste a quantia de forma ineficiente, tirando o empréstimo e não o usando para seu fim apropriado.
5. Não ler o contrato atentamente antes de assiná-lo
Na ânsia de receber o capital desejado, muitos caem no erro de não conferir as condições de financiamento das instituições. Esse é um deslize clássico, que deve ser evitado.
É extremamente necessário que a pessoa leia o contrato antes de assiná-lo. Essa é a única maneira de saber as cláusulas exigidas pela instituição, os valores e como o pagamento dessa dívida poderá ser cumprido. Fique atento ao número de parcelas a serem pagas, assim como a já comentada taxa de juros.
É fundamental confirmar se as condições expostas pelo negócio são as mesmas daquelas presentes no contrato, já que o que vale legalmente é apenas o que segue ali escrito.
6. Não conferir se a parcela é compatível com sua renda
O empréstimo é quitado em várias parcelas. Então, esse valor deve ser compatível à renda mensal do cliente.
Por exemplo, se você tem uma renda de R$ 1.500,00 e faz um empréstimo com parcelas de R$ 700,00, esse financiamento, se for aceito, será feito por meio de garantias, que podem abranger bens móveis e imóveis. Caso não seja capaz de pagar aquelas parcelas, você terá que entregar o bem que foi dado como garantia.
Com as dicas acima, é possível ter mais segurança na hora de pedir empréstimo, não é verdade?

Mas se você tem um empréstimo ou financiamento e percebeu que cometeu um dos erros acima, a Economiza pode te ajudar! Somos uma empresa especializada em negociação de dívidas junto ao banco e buscamos eliminar os juros abusivos e reduzir as parcelas. Faça uma consulta conosco! 
 

Mais notícias

Atendimento

Segunda à sexta: 08h30 as 18h Sábado: horário marcado

Blumenau

Rua Goiás, 386, Garcia, Próx. à Souza Cruz
WhatsApp: 47 9 8438 3552
47 3037 7929

Itajaí

Rua Cônego Thomaz Fontes, 182, Próx. Shopping
WhatsApp: 47 9 8434-1134
47 3348 3565

Joinville

Rua 3 de Maio, 150, Próx. ao Museu da Imigração
WhatsApp: 47 9 8434 1131
47 3025 6969

Rio do Sul

Rua XV de Novembro, 303, Galeria do Cinema
WhatsApp: 47 9 8484 9294
47 3522 1010
LiveZilla Live Help